Cidades sustentáveis


As cidades sustentáveis ou cidades verdes serão aquelas que compreendem que além das gravíssimas consequências sanitárias e econômicas da pandemia, vivenciamos uma crise climática que exige iniciativas concretas de diminuição da emissão de gases de efeito estufa. “É necessário recuperar a alma das cidades”, parafraseando o Papa Francisco. Constituir processos sistêmicos, realmar e reenvolver para conectar pessoas, natureza, sociedade e ambiente em unidade. Nesta perspectiva, a energia solar é a energia do bem e as energias renováveis indicam o caminho para constituição de uma economia de baixo carbono ou descarbonizada.


Pensar um programa econômico para as cidades no século XXI implica em imaginar processos econômicos interligados com os ciclos da vida, em que os processos econômicos sirvam à Vida, jamais ao contrário. A transição para as energias renováveis, limpas, representa a eliminação de poluição ou resíduos, onde os sistemas naturais são priorizados em relação aos combustíveis fósseis. A economia circular deve superar a economia linear, com novas formas de produção, distribuição, consumo e reaproveitamento do excedente. Planejar o gerenciamento de resíduos desde o início do processo, fazendo com que estes retornem ao uso econômico em plenitude e até mesmo agregando valor.


A economia circular pressupõe novas formas de produção, com remanufatura, reúso, reparo, partilha e locação de produtos como serviços. Pensando cadeia curtas de produção, circulação, consumo e resgate dos produtos para início de novo ciclo, como em um modo contínuo, via unidades produtivas descentralizadas. Alimentadas pelo sol, vento, água e outras fontes renováveis de geração de energia limpa, elevando a sustentabilidade à prioridade do conjunto da sociedade, revertendo o colapso climático para o qual caminha o planeta.


A transição para uma economia de baixo carbono é uma questão de princípio para a Economia de Francisco e Clara. As cidades precisam gerar, ao menos, parte da energia que consomem. Implantar placas fotovoltaicas em escolas, unidades de saúde, prédios públicos, centros esportivos. Implantar iluminação pública com lâmpadas LED com energia gerada pelo sol. Incentivar residências, condomínios, comércios, indústrias, agroindústrias, fazendas, centros comerciais como shoppings centers à instalação de energia solar. Formar cooperativas de geração de energia em bairros urbanos e comunidades de regiões rurais. Substituir frotas de transporte coletivo a diesel por ônibus elétricos. Estimular a arborização, o plantio de árvores frutíferas, hortas urbanas em pequenos espaços, flores, qualificando o ambiente da urbs, is e minimizando o sofrimento de quem tem fome, gerando renda, empregos e consolidando cidades sustentáveis.

 
  • Facebook
  • Instagram

Telefone / Whatsapp: 011 9 4479.7846

R. João Gonçalves Henrique 132 - Itatiba, SP

©2020 por SucessoNaWeb. Todos os direitos reservados.